61 anos de olho no futuro

Um aniversário marcado pela renovação dos valores e da gestão da entidade.

A SCAR – Sociedade Cultura Artística completa, no dia 8 de junho, 61 anos de fundação. Se em 2016 o aniversário foi marcado por mudanças na estrutura do Centro Cultural, como os grafites da fachada e a instalação dos equipamentos de geração de energia solar fotovoltaica, dessa vez a data ficará para a história como uma fase de renovação dos valores e da gestão da entidade.

Com a eleição da nova diretoria, ocorrida em maio, uma nova fase se inicia. Liderada pelo presidente Gilmar A. Moretti, cineasta e diretor de teatro, a diretoria ainda conta com a Vice Presidente Administrativa Ana Barbara Buchmann, uma das referências da região na área contábil, e a Vice Presidente de Música Monika H. Conrads, executiva destaque em governança corporativa.

Após 8 anos como presidente, Udo Wagner, vice prefeito de Jaraguá do Sul, agora aplica toda sua experiência na área cultural como membro do Conselho da SCAR.

A nova diretoria assume com a responsabilidade de dar continuidade a projetos de sucesso, como Música para Todos, Dentro da Dança e a Orquestra Filarmônica, além de administrar o Centro Cultural mais importante de Santa Catarina, com cerca de mil alunos em diversas modalidades artísticas, acervo instrumental de primeira linha e espaços para grandes eventos nacionais e internacionais.

“Toda gestão deve deixar uma marca e procurar superar a anterior, isso faz com que a entidade se desenvolva e cresça sempre”, destaca o presidente Gilmar A. Moretti. “Nossa diretoria já vem estudando algumas mudanças na gestão, que têm como objetivo ampliar a governança da entidade e implantar processos administrativos ainda mais eficientes”.

Novos projetos culturais também estão nos planos. “Queremos levar mais cultura para os bairros, para isso já apresentamos o projeto Vida & Arte ao FIA – Fundo para Infância e Adolescência e estamos buscando recursos junto ao Governo do Estado para voltar a realizar o Festival de Formas Animadas”, completa.

A Orquestra Filarmônica SCAR, que em 2016 fez uma turnê de sucesso por Santa Catarina com o Concerto Memórias, também está passando por uma renovação completa.

O arquiteto Reinhardt Conrads, membro do Conselho Efetivo da SCAR, foi eleito presidente da Orquestra Filarmônica para o mandato 2017/20. O Diretor Artístico Magnus Behling passa a ser Coordenador Geral. Um novo maestro também se junta aos músicos: Luis Lenzi, de Timbó. Professor do FEMUSC, tendo inclusive substituído o Diretor Artístico Alex Klein em alguns Musicalmente Falando, Lenzi aceitou o convite e já iniciou os ensaios do novo repertório.

Para 2017 a Orquestra Filarmônica vai apresentar um repertório totalmente baseado na música brasileira. Mantendo a mistura de clássico e popular, a temporada 2017 começa já em julho.

 

ESCREVA UM COMENTÁRIO